sábado, novembro 20, 2021

Laranjeiras do Sul promoveu a 14ª Conferência Municipal de Saúde

A Prefeitura de Laranjeiras do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Conselho Municipal de Saúde promoveu, na sexta-feira, 19, a 14ª Conferência Municipal de Saúde, que teve como tema, “Nós Somos o SUS”. Na ocasião, as propostas elencadas durante as pré-conferências foram apresentadas e homologadas para serem inseridas no Plano Municipal de Saúde e enviadas para o âmbito estadual e federal. 


No período da manhã, além dos pronunciamentos tivemos a palestra, com Marina Martins, Assistente Social, Pedagoga e atualmente coordenadora técnica do Conselho Estadual de Secretários municipais de saúde com o tema “Trabalho Multidisciplinar no SUS e os direitos e deveres dos cidadãos”. O prefeito Berto Silva comentou os avanços do setor de saúde, destacando a reabertura da UTI no Instituto São José, a implantação da UTI Móvel, contratação de mais médicos, ampliação da aquisição de medicamentos, contratação de cirurgias eletivas, entre outros investimentos no setor. Mas boa parte do pronunciamento, foi dedicado ao agradecimento aos servidores da saúde.

À tarde, a plenária foi dividida em grupos que levantaram as propostas baseadas nos eixos discutidos durante a conferência. O secretário municipal de Saúde, Valdecir Valicki, ressaltou a importância da Conferência. “A saúde em Laranjeiras do Sul é referência e, para que ela continue assim, é necessário o engajamento popular, elencando propostas para que possamos sempre aprimorá-la, identificando lacunas e as nossas potencialidades, sempre valorizando o atendimento humanizado e os projetos de prevenção”, disse Valicki.

Para o vice-prefeito Valdemir Scarpari, a Conferência é um evento em que a sociedade avalia a situação da saúde, elabora e prioriza propostas que serão diretrizes para a formulação da política de saúde em âmbitos municipal, estadual e nacional, fortalecendo a participação e o controle social em defesa do SUS. “São espaços destinados a congregar entidades representativas nos mais distintos segmentos da sociedade para discutir e elaborar propostas para a formulação da política de saúde. É um importante espaço de participação social que neste ano trouxe como tema: “Nós somos o SUS”, afirmou Scarpari.

Nenhum comentário:

Postar um comentário