domingo, novembro 14, 2021

Pais pedem ajuda após filha passar por três cirurgias, em Guarapuava

Os pais da pequena Fernanda Mayara Araújo, de 11 anos, estão passando por uma situação muito difícil e dolorosa. Isso porque Fernanda Mayara precisou passar por três cirurgias e encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital de Curitiba.

Fernandinha foi internada devido uma apendicite, a qual precisou passar por uma cirurgia, a primeira das três que a garotinha precisou fazer. De acordo com a mãe, Juliana, ela teve uma dor no dia 28 de setembro e foi levada até uma Unidade Básica de Saúde (UPA) e em seguida precisou ser encaminhada para um hospital.

“Levei ela na UPA onde ficamos um dia esperando vaga para hospital, no dia seguinte ela foi internada, onde se submeteu a uma cirurgia de apendicite simples, nada grave, pois era inicial, palavras do médico, o qual não vou falar o nome por questão ética. Ficamos três dias no hospital o corte foi grande porque ele falou que ela era gordinha, por isso desse tamanho. Fomos para casa. Ela estava só vomitando, com diarreia, mandei várias vezes mensagem para médico, mas ele dizia que era por causa do antibiótico”, conta a mãe.  

Após quatro dias Juliana precisou levar Fernanda novamente até a UPA, lá o médico falou que não estava normal, pois a barriga dela estava quente, e Fernanda foi internada mais uma vez. Segundo Juliana, no hospital fizeram exames de tomografia, que segundo avaliação do médico estava normal, apenas o de sangue alterado, mesmo assim deu alta para ela.

“ Novamente voltamos para casa, ela sem melhoras e agora com diarreia e sangue, levei na UPA novamente. Um outro médico fez exames e disse que havia alterações, mas liberou ela, pois disse que podia ser uma veia que tinha estourado. Já se passaram 20 dias dela estar sem comer só vomitando, emagreceu 8 kg”, desabafa.

Como Fernanda não apresentava melhoras, desesperada, Juliana à levou novamente para o hospital e desta vez o médico informou que poderia ser devido ao corticoide que ela usa, mas que era bom a mãe levar em um pediatra. “Eu não tinha dinheiro para pagar então ‘anjos’ na minha vida fizeram doações para ela, só que o médico por mensagem falou que ele até a atenderia, porém no caso dela sem ele ver, já adiantou que era caso de cirurgia, então achei melhor leva-la mais uma vez até a UPA”.

Na UPA a pequena foi atendida por uma médica, a qual só de olhar para Fernanda já notou que ela precisaria de cirurgia e não de pediatra, ela disse ainda à mãe, que o caso era urgente. “ Foi então que exigi que não aceitava mais o mesmo médico”.

Fernanda passou por mais uma tomografia, na qual apareceu toda infeccionada a região da cirurgia e ela precisou refazer a intervenção. “Nesse momento o caso dela é muito complicado. Ela vai ficar no hospital entre 15 a 30 dias, como médico falou, não tem previsão de alta”.   

Devido gravidade de seu caso Fernanda foi transferida para um hospital de Curitiba, no qual segue internada na UTI. De acordo com Juliana a médica que está cuidando de Fernanda já adiantou que o caso dela é sério e que precisará ficar internada por aproximadamente 20 dias ou mais.  

“ Estou contando minha história, para que as pessoas entendam um pouco minha dor, minha filha saiu de casa apenas para uma simples cirurgia e hoje ela está na UTI usando fraldas torcendo para esse tratamento dar certo ou ela vai fazer mais uma cirurgia, por isso que como mãe estou pedindo ajuda. Não sei quando vou poder voltar a trabalhar, mas os custos com ela vão continuar”.

Juliana é diarista e no momento devido a situação de sua filha não está podendo trabalhar. A família conta no momento somente com o salário do esposo de Juliana, porém as despesas são muitas. “ Fora minha filha temos a mãe do meu esposo que mora com nós. Ela está acamada usando fraldas, e fazendo uso de vários medicamentos”, explica Juliana.

Qual quer ajuda nesse momento é muito importante. Quem se sentir tocado e tiver interesse em ajudar a família pode realizar um Pix – Chave:06229483939.

“Pessoal ainda irei precisar muito de vocês, qualquer valor é bem-vindo os R$ 5,00 que para vocês é pouco para mim é muito, muito mesmo, quem puder nos ajudar eu agradeço de coração”, finaliza Juliana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário