quinta-feira, novembro 18, 2021

Arroba decola a R$ 320 e frigorífico fica sem boi

Algumas indústrias estão comprando do “campo para o gancho” e devem subir, ainda mais, as ofertas de preços para o boi gordo; Arroba já bateu R$ 320,00!

O mercado físico de boi gordo voltou a ter preços acentuadamente mais altos nesta terça-feira, 16, independente da praça pecuária avaliada. Com um cenário onde a oferta de animais terminados é bastante tímida no momento, fazendo com que os frigoríficos operem com escalas de abate encurtadas, algumas indústrias do Centro-Oeste, estão comprando do “campo para o gancho”, fazendo com que a referência de preços suba a régua.

A expectativa, segundo levantamento realizado pelo país, é de que não haja grande avanço do volume de animais terminados até meados no decorrer deste bimestre, reforçando a expectativa de recorde no preço da arroba. O movimento vem se mostrando bastante arrojado, até pelas circunstâncias apresentadas ao mercado, com a China ainda ausente, mas com grande firmeza no consumo do mercado interno.

A menor oferta de boiadas está ditando o ritmo dos negócios nas praças paulistas. A referência para o boi gordo voltou aos R$300,00/@, preço bruto e a prazo. Alta de 2,7% ou R$8,00/@ comparado à última sexta-feira (12/11).

Nenhum comentário:

Postar um comentário