segunda-feira, setembro 27, 2021

Municípios do Centro-oeste do Paraná, ganham usina térmeletrica de biogás.

Quatro municípios do Centro-Oeste do Paraná ganharam a primeira usina térmica do Brasil para tratar resíduos sólidos urbanos em pequena escala, sem poluir o meio ambiente. De acordo com a Agência Estadual de notícias, a tecnologia inovadora transforma os resíduos em cinzas. 

O equipamento vai atender os municípios de Roncador, Iretama, Mato Rico e Nova Cantu. Trata-se de um piloto que integra o Projeto Lixo 5.0, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, com outros parceiros, e licenciamento do Instituto Água e Terra (IAT). 

A Sedest forneceu o suporte para instalação do equipamento pela empresa Ecodust (detentora da tecnologia). O custo total para instalação da usina ficou em quase R$ 4 milhões por parte de todos os envolvidos. Conforme o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, a estrutura terá capacidade para processar até 20 toneladas por dia de resíduos. E vai atender um problema antigo de pequenos municípios. 

“Com esse espaço, esses quatro municípios passam a ser o centro da tecnologia para destinação de resíduos sólidos urbanos de maneira mais eficiente, barata e sustentável do Brasil”

Nenhum comentário:

Postar um comentário