terça-feira, setembro 21, 2021

Laranjeiras do Sul iniciou o cadastro para o programa Casa Fácil

A prefeitura de Laranjeiras do Sul vai incluir mais 230 famílias do município no programa “Casa Fácil” do Governo do Paraná. A iniciativa prevê o custeio de entradas, no valor de até R$ 15 mil e de imóveis financiados pelo Governo Federal. Podem pleitear o desconto famílias com renda mensal de até três salários mínimos, que não possuam casa própria e não tenham sido beneficiadas por outros projetos habitacionais do Governo do Estado ou da União. O valor de compra das unidades habitacionais varia entre R$ 65 mil e R$ 95 mil de acordo com as características de cada empreendimento. O valor restante poderá ser parcelado em até 360 meses.
 
A aprovação do subsídio dependerá de uma análise preliminar da Cohapar acerca do enquadramento dos candidatos. Também serão necessárias a aprovação de crédito do financiamento junto à Caixa Econômica e a negociação das condições de compra com a construtora responsável, conforme já acontece nos processos normais de aquisição de moradias. O cadastro já foi iniciado na segunda-feira, 20. 
Nas antigas instalações da Unicentro, na Vila Jardim, uma equipe devidamente habilitada está recolhendo as informações. Cem senhas serão distribuídas por dia.
 
A prefeitura liberou o terreno, que fica próximo ao Centro de Eventos. Já o desconto de R$ 15 mil, oferecido pelo governo do estado. O programa prevê o total de 30 mil imóveis a serem contemplados no Estado. O projeto também vai ajudar na geração de empregos diretos e indiretos, proporcionando o impulsionamento da construção civil. Portanto, não se trata de doação. E sim de uma facilidade de financiamento. 
 
Para participar, a pessoa não pode ter nenhuma modalidade de financiamento e nem restrição de crédito. São imóveis padrão medindo 41,25m², com lavanderia externa coberta, paredes e laje de concreto com telha de fibrocimento. A execução das obras vai ser realizada por construtora selecionada via procedimento licitatório promovido pelo governo do estado.
 
Os documentos necessários são os seguintes:
-CPF
-RG ou CNH
-E-mail
-Comprovante de residência atualizado
-Renda bruta familiar (somente os integrantes da família, devidamente registrados)
-Extrato do FGTS
Se for casado no civil
-CPF do cônjuge
-RG do cônjuge

Nenhum comentário:

Postar um comentário