quinta-feira, julho 08, 2021

Inflação sobe em maio com energia mais cara e chega 8,06% em 12 meses

 Os dados de inflação continuam com o alerta ligado e, em maio, a conta de luz mais cara foi o que mais impactou o indicador de preços. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ...

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quarta-feira, 9, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, acelerou e fechou maio em 0,83%, após ter ficado em 0,35% em abril. É a maior alta para o mês em 25 anos. Nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 8,06%.

O maior aumento foi no grupo de habitação, que subiu 1,78% com o impacto da conta de luz, que acelerou 5,37% no mês. “A alta da energia elétrica se deve a dois fatores. O primeiro deles foi que em maio passou a vigorar a bandeira tarifária vermelha patamar 1, que trouxe uma diferença grande em relação à bandeira amarela, que estava em vigor de janeiro a abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário