sexta-feira, julho 23, 2021

Guaraniaçu - Celeiro do Agricultor, iniciativa que deu certo e é modelo até fora do estado.

O espaço que hoje abriga o empreendimento Celeiro do Agricultor está com quase 20 anos de funcionamento fomentando a agricultura familiar de Guaraniaçu, com necessidade de se organizar, uma vez que juntos os produtores conseguiriam realizar as vendas de seus produtos diretamente ao consumidor final. Adquirindo forças para lutar pela sobrevivência no meio rural de forma justa, solidaria e com maior qualidade de vida.

As agroindústrias surgiram da necessidade de atender as legislações especificas, a fim de garantir a qualidade dos produtos oferecidos pelos agricultores ao consumidor final. Em 2005 o Celeiro do Agricultor passou por uma reforma. Aquele espaço que antes se realizavam as feiras passou a ser um comercio permanente. A dinâmica do negócio mudou, onde antes o produtor era também o vendedor, agora ele poderia se dedicar exclusivamente a produção e as vendas seriam realizadas pelas funcionárias. Isso possibilitou uma abertura maior de mercado, agora população de Guaraniaçu foi pode comprar produtos frescos todos os dias.

O Celeiro do Agricultor é uma iniciativa que beneficia tanto o agricultor por estar vendendo seu produto diretamente, sem atravessadores, bem como a população em geral que tem a possibilidade de adquirir produtos frescos e de boa qualidade diretamente do campo. A COOAFASG (Cooperativa da Agricultura Familiar Solidaria de Guaraniaçu), que passou a administrar o Celeiro do Agricultor.

O prédio que é a sede do Celeiro do Agricultor pertence a Prefeitura Municipal de Guaraniaçu, e é cedido em termo de Comodato. A administração municipal ainda ajuda com a água, luz e dois funcionários que auxiliam nos trabalhos (um para a recepção da mercadoria e outra é a Engenheira de Alimentos que além do suporte técnico diretamente realizado aos agricultores, auxilia administrativamente no empreendimento).

Esse apoio é fundamental, pois possibilita que a taxa cobrada dos sócios seja justa e condizente com as despesas. Como qualquer empreendimento comercial, tem despesas, são 6 funcionárias registradas, além dos impostos, telefone, internet, sistema, contabilidade, aquisição de equipamentos, manutenções, embalagens e outros.

A Engenheira de Alimentos e suporte técnico, Christiane Hones, destacou alguns pontos importantes, “A contribuição dos agricultores atualmente é de 20% sobre o valor final de venda. O restante o produtor recebe até o 5° dia útil do mês seguinte. Ressaltamos que esse valor é recurso aplicado diretamente no comercio local de Guaraniaçu, uma vez que os produtores aproveitam para fazer suas compras nos supermercados locais, casas agropecuárias, lojas de vestuários, farmácias e demais necessidades. Um empreendimento que gera empregos diretos além da renda garantida a tantas famílias de agricultores que comercializam seus produtos neste espaço, oportunidade que não seria possível de outra forma”.

A COOAFASG conta atualmente com aproximadamente 120 sócios. Alguns produtos são adquiridos fora do município, seja por falta de produção local, sazonalidade, ou intempéries climáticas, a qual todo produtor rural está sujeito. Esse sistema é importante, pois possibilita uma diversidade de produtos o ano todo, desta forma mantém-se o comercio aberto para os produtores. Aqueles que ao longo dos anos diversificaram a produção e investiram em melhorias tem mercado garantido para seus produtos.

“O Celeiro está sendo uma referência em todo o Paraná até mesmo para o Brasil, muita gente até de fora do estado vem buscar ideias do sistema. Em 2018 o prédio recebeu uma revitalização onde foi realizada a pintura interna e externa, a troca do banner da fachada e a ampliação das calçadas com paver. Em 2019 trocamos a cobertura por zinco, bem como melhorias no sistema de exaustão do ar do prédio, essas reformas foram prioridades para melhor atender as necessidades dos agricultores familiares, bem como dos clientes que diariamente visitam o nosso Celeiro do Agricultor”, destacou prefeito Osmário Portela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário