segunda-feira, abril 12, 2021

Proposta quer declarar academias de ginástica como atividade essencial

Integrantes do Núcleo das Academias de Francisco Beltrão (NA) e o vereador Rodrigo Inhoatto (PP) se reuniram dia 1º de abril. Na pauta, a criação de projeto de lei que reconheça as academias do município como serviço essencial neste período de pandemia.

 “Vamos colocar nesta semana, para apreciação na Câmara de Vereadores, um projeto de lei que torna as academias serviço essencial. Queremos que as academias fiquem abertas por um período maior de tempo diário porque as atividades físicas se enquadram na melhor qualidade de vida e saúde das pessoas”, explica Rodrigo, que procurou o núcleo para a criação do projeto.

“Acredito que não podemos privar as pessoas de cuidarem de sua própria saúde. Por isso, iremos apresentar esse projeto de lei para que não ocorra o fechamento das academias”, reforça o vereador.

Movimentar a região

Conforme Márcio Lucietto, coordenador do Núcleo das Academias, foi discutida a possibilidade de unir as cidades da região Sudoeste, que já tem projeto de lei aprovado, para a criação de uma lei estadual, que torne as academias um local que oferece serviço essencial.

“Estamos tomando todos os cuidados dentro de nossos estabelecimentos. Acreditamos que a prática de exercícios físicos é essencial para as pessoas principalmente nesse momento. Incentivamos todas as medidas que estão sendo aplicadas pelo governo estadual para os nossos alunos. Não estamos indo contra nada e sabemos que, quanto antes for controlada essa situação, será melhor para todos. 
 
Para Márcio, a sociedade já vem se conscientizando de que as academias não são um “centro de proliferação da Covid-19”.

“Pelo contrário, quando as pessoas praticam exercícios físicos com uma boa orientação, elas melhoram a sua saúde física e mental, proporcionando a melhora da sua imunidade, o que as levam a enfrentar melhor a doença, caso sejam infectadas.”

O que diz o Decreto Estadual

O Decreto 7.020/21, assinado pelo Governo do Estado que estendeu as medidas restritivas para diversos setores econômicas, determina em seu Art. 7º e Inciso 2º que as academias de ginástica com atividades coletivas ou individuais podem funcionar das 6 às 20h, diariamente, de segunda a sexta-feira. A capacidade máxima das academias é de 30%. O Decreto 7.020/21, assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD), está em vigor em todo o Paraná. Há prefeituras que não fizeram um novo decreto, apenas estão seguindo o decreto estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário