quinta-feira, fevereiro 11, 2021

DESCASO Governo Estadual não se MANIFESTA pela FALTA da UTI MÓVEL na região

A secretaria de Saúde de Laranjeiras do Sul, desde julho do ano passado, tenta firmar um acordo para que o Estado volte a repassar recursos para a manutenção da ambulância dotada de UTI móvel. De acordo com o secretário de saúde de Laranjeiras, Valdecir Valik, os repasses foram suspensos com a justificativa de que a empresa terceirizada responsável pelo transporte estava em fim de contrato.

A SESA afirmou que substituiria as UTIs em ambulância por UTI aéra. No entanto, quando o tempo não está estável essa opção fica indisponível pois o helicóptero não voa com mal tempo.

A jovem laranjeirense Ellen Posselt moreu, no último dia 5, com quadro de meningite. Ela precisou de UTI móvel para ser transferida e o Estado negou.

Algumas famílias estão optando por UTI móvel particular, o que pode custar mais de 4 mil reais por dia.

Sobre o caso a 5ª Regional de Saúde  de porquê essas UTIs tem sido negadas e nada está sendo feio para resolver a situação , a chefe da 5ª regional, Eliane Harmuch informou que entrou em contato com a SESA e aguarda retorno para se manifestar.

Enquanto isso, mais pessoas morrem por falta da UTI móvel ou sofrem com os altos custos cobrados por empresas particulares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário