quinta-feira, novembro 11, 2021

Ataque de abelhas em migração deixa três pessoas feridas e vários animais mortos no interior de Pinhão

Um ataque de abelhas deixou três pessoas feridas e vários animais mortos no início da tarde desta quarta feira (10 de novembro) em uma propriedade rural no município de Pinhão.

A ocorrência foi registrada pelo Corpo de Bombeiros às 12h49, em um sítio na localidade de Faxinal dos Ribeiros. No local, os bombeiros encontraram uma choca com os pintinhos e um cachorro mortos, além de vários filhotes agonizando no pátio da residência. Vizinhos conseguiram soltar os cavalos que estavam presos e também foram atacados pelo enxame.

Duas mulheres, de 60 e 59 anos, e uma criança de 11 anos, também receberam várias picadas e necessitaram de atendimento médico. Elas foram encaminhadas para o Posto de Saúde em Pinhão. Uma outra pessoa que estava no local conseguiu se abrigar e não foi picado.

Quando os bombeiros chegaram ao local, o enxame já havia saído.

As abelhas africanas estão em migração nesse período do ano e o ataque em Pinhão foi durante a passagem delas pelo sítio.

Como agir em caso de picadas do inseto?

As reações alérgicas a picadas de abelha normalmente são mais graves em adultos do que em crianças.
Em muitos casos, ocorre apenas dor e inchaço no local da picada. Em casos raros, uma reação alérgica com risco de vida pode causar dificuldade para respirar, inchaço da língua, náuseas e perda de consciência. Isso pode exigir cuidados médicos emergenciais.
Para reações leves a moderadas, o tratamento envolve a remoção do ferrão, lavagem da área com sabão e água e aplicação de compressas frias ou gelo. Cremes para a área afetada podem ajudar a reduzir o desconforto. As reações graves podem precisar de epinefrina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário