quinta-feira, agosto 19, 2021

Marcado para 26 de outubro em Guarapuava, Julgamento do Leomar Bolzani, ex-prefeito de Chopinzinho

Acusado de Mandante do crime de assassinato do procurador municipal de Chopinzinho  Algacir Teixeira de Lima, Leomar Bolzani será julgado em Guarapuava no dia 26 de outubro. 

O crime ocorreu em 16 de março de 2015  na garagem do prédio onde Algacir morava, Algacir foi assassinado com seis tiros em frente às suas filhas. 

Na data foram presos dois executores do crime, o atirador Darci Lopes de Aquino e Elvi Haag Ferreira confessaram a participação e apontaram os mandantes

Os primeiros a serem julgados foram os intermediadores  com sentença de 15 anos de prisão, Elvi Aparecida Haag Ferreira, de 42 anos, e o marido dela, Nilton Ferreira, de 44 anos. Eles são acusados de ter contratado Darci Lopes de Aquino para matar Agacir. 

Gilvanni Baldissera, conhecido como pardal, depois da pena revisada no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) foi condenado a 17 anos e seis meses de prisão em dezembro de 2017.

O atirador Darci Lopes Aquino foi condenado a 10 anos e meio de prisão. A mesma pena recebeu Jeferson Rosa do Nascimento. João Rosa do Nascimento foi condenado a 15 anos de reclusão.

Darci Lopes de Aquino, Elvi Haag Ferreira e seu esposo Nilton Ferreira tiveram progressão da pena para semiaberto com monitoramento eletrônico, Gilvanni Baldissera (pardal) conseguiu na justiça de Balneário Camboriú o direito a prisão domiciliar por apresentar comorbidades agora em momento de pandemia, Jeferson Rosa do Nascimento conseguiu a progressão da pena para o regime aberto na comarca de Laranjeiras do Sul, os demais seguem em regime fechado. 

Seis anos após o crime Leomar Bolzani será julgado em Guarapuava acusado de homicídio qualificado por motivo torpe, promessa de recompensa e pela utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima Algacir Teixeira de Lima.  Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário