quinta-feira, agosto 19, 2021

Guarapuava - Prefeito Celso Góes quer viabilizar a construção de mais 934 casas populares

       O prefeito Celso Góes iniciou as primeiras tratativas para a construção de 934 unidades habitacionais em Guarapuava. O projeto foi discutido durante reunião com o Presidente da Companhia de Habitação do Paraná (COHAPAR), Jorge Lange, na presença dos secretários da Habitação, Fernando Damiani, de Planejamento e Urbanismo, Paulo Dirceu, e da Deputada Estadual, Cristina Silvestri.

“As unidades serão destinadas às famílias com renda de um a três salários mínimos, o que atende grande parte das pessoas que se candidataram aos programas de casas populares. Queremos atender a essa demanda o mais breve possível”, disse o prefeito.

 Segundo o secretário da Habitação Fernando Damiani, no acordo a ser firmado, as empreiteiras, a COHAPAR e o Governo Federal, através da Caixa Econômica, com liberação de recursos do Fundo de Garantia, devem custear grande parte do projeto. A Prefeitura, por sua vez, realiza o cadastro habitacional e dará a infraestrutura em torno dos empreendimentos. “Além disso, é nossa incumbência analisar e aprovar os projetos para a execução dos empreendimentos. Até o momento, duas empreiteiras já se candidataram para começar a construção das unidades habitacionais”, explica Fernando.

Condomínio do Idoso

O Condomínio do Idoso, uma das demandas pleiteadas pela Deputada Estadual Cristina Silvestri, também foi discutido durante o  encontro. O Município recebeu a garantia de ter o projeto liberado para o processo de licitação nos próximos dias. 

As casas são exclusivas para moradores da terceira idade em formato de loteamento fechado e sob um programa de aluguel social. “O condomínio do Idoso é mais que sonho. É o compromisso nosso desde que atuei em Guarapuava como Secretária Municipal. É mais um compromisso que tenho não só com a cidade, mas com a região”, disse satisfeita a deputada Cristina.

Vida Digna

Mais tarde, o Prefeito Celso Góes disse que esse “pacote de soluções habitacionais para Guarapuava” inclui a ampliação do Programa “Vida Digna”, que está construindo casas para 43 famílias em situação de vulnerabilidade. “Vamos ampliar o programa e construir mais unidades habitacionais nos 100 lotes disponíveis na mesma área destinada ao programa. Assim, estaremos possibilitando uma moradia digna para essas famílias que moram na região do Paz e Bem, Vila São Vicente e Jardim das Américas e que, desde a enchente de 2014, procuram um lugar para chamar de seu. Na verdade estamos devolvendo a essa gente o que é de direito deles”, concluiu o prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário