terça-feira, julho 27, 2021

POVO de BRAÇO CRUZADO - A 4 meses do fim dos contratos de pedágio, Caminhos do Paraná não concluiu duplicação de Guarapuava até o Trevo do Relógio

Faltando quatro meses para o término do contrato com as concessionárias de pedágio que administram as rodovias do Paraná, 71 quilômetros de duplicação e pelo menos oito grandes obras sequer foram iniciadas.

O levantamento foi realizado em julho pela equipe do deputado Homero Marchese (PROS) que rodou o Paraná, pela quarta oportunidade, para verificar a situação das estradas do estado in loco e entender quais obras realmente estão sendo tocadas. Toda a análise da viagem está disponível no site do deputado https://homeromarchese.com.br/rodovias-pedagiadas-do-parana/ e pode ser verificada por qualquer cidadão. 

Os 71 quilômetros de duplicação que ainda não se iniciaram são de responsabilidade da Caminhos do Paraná. Uma duplicação de 32 quilômetros na BR-277, entre Guarapuava e o Trevo do Relógio, e uma de 39 quilômetros na BR-476, entre Araucária e a Lapa.

 O MPF já expediu recomendação ao DER para resolver o assunto, como noticiado pela imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário