terça-feira, julho 20, 2021

Guarapuava - Hospital Santa Tereza pode ter parte estrutura Fisica leiloada por conta de DIVIDA

O Instituto Virmond, mantenedor do Hospital Santa Tereza de Guarapuava, está procurando uma negociação financeira com a empresa Ictus Comércio de Produtos Odonto Hospitalares de Guarapuava, na tentativa de reverter a perda do prédio da instituição hospitalar por uma dívida avaliada em R$ 262.957,14. As conversações ocorrem durante esta segunda-feira. 
 
O prédio onde está instalado o Hospital Santa Tereza está sob penhora e com dois leilões eletrônicos já anunciados publicamente, para alienação judicial, no valor de R$ 15.495.485,37. O 1º leilão, neste valor inicial, está programado para o dia 29 deste mês. No 2º leilão, o lance inicial estimado é de R$ 10.846.840,00. 
 
O leiloeiro é Elton Luiz Simon, com edital através da 1ª Vara Cível de Guarapuava, e os autos de penhora têm como requerente o banco HSBC Banc Brasil S/A junto à 2ª Vara Cível da Comarca de Guarapuava. 
 
A penhora envolve o andar térreo do Hospital, área edificada de 9.273,79 metros quadrados, mais três matrículas, com 1.938 metros quadrados, 1.545,30 metros quadrados e 503,25 metros quadrados, na quadra formada pelas ruas Pedro Alves, Arlindo Ribeiro, Tiradentes e Quintino Bocaiúva. 
 
No térreo estão localizados: elevador, hall de entrada e lojas. Pavimento tipo: hall de circulação, escada, elevador e 8 salas com sanitário privativo por andar. Garagem: Escada, elevador, 64 vagas de garagem cobertas, cômoda de lixo, depósito e instalação sanitária. 
 
A direção do Instituto Virmond disse que a dívida inicial com a Ictus, empresa situada em Guarapuava, era de R$ 20.000,00 e chegou a R$ 262.957,14 por conta de juros e multas impostos pelo HSBC. Os diretores acreditam que a negociação será positiva e o leilão, cancelado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário