sexta-feira, julho 02, 2021

Cantagalo - NEM PEDRO ..NEM JOÃO ...foi o governo do Estado que fez as 119 novas casas populares e paga aluguel social !!

Devem ser concluídas até setembro as obras de construção de 119 casas populares na cidade de Cantagalo, na região Centro-Sul do Paraná. O projeto, que também envolve trabalhos de requalificação urbana, urbanização e regularização fundiária, vai atender famílias em situação de vulnerabilidade social, que receberão as novas moradias gratuitamente do Governo do Estado.

A construção está recebendo R$ 10,8 milhões de investimentos do Governo do Paraná, obtidos via financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O trabalho conjunto contou com a coordenação da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), a assessoria técnica e fiscalização de obras pela Cohapar e doação da área pela Prefeitura de Cantagalo.

Nesta quinta-feira (1), técnicos da Cohapar vistoriaram a construção. Segundo o chefe do escritório regional da companhia, ElmarVornes, o projeto está em fase final, com a instalação de alguns acessórios de acabamento. “As casas estão prontas, faltando apenas instalar algumas peças, como torneiras e pias, o que é um procedimento normal para evitar vandalismo e roubos”, informa.

Neste momento, também estão sendo finalizados os muros de arrimo, que garantem a segurança dos futuros moradores. “É uma parte importante do empreendimento, que garante a estabilidade das casas”, conclui Vornes.

EMPREENDIMENTO – O conjunto habitacional conta com 115 casas novas, de 42 e 50 metros quadrados, além de modelos de 49 metros quadrados adaptados para pessoas com deficiência, conforme cota de atendimento da política estadual de habitação. Outras quatro moradias já existentes na região e que estavam em condições regulares foram completamente reformadas.

PROJETO – De acordo com os critérios do programa, os moradores cadastrados deverão permanecer por pelo menos dez anos nos imóveis e manter as crianças no ensino regular, com fiscalização da prefeitura. Apenas depois deste prazo elas receberão as escrituras definitivas e poderão vender ou alugar as casas.

Além da infraestrutura urbana, com ligação elétrica, saneamento, água tratada e asfalto, a nova Vila Chimin contará com um parque público com equipamentos comunitários, área de lazer, com academia, playground e pista de corrida.

Os futuros moradores estão recebendo apoio psicológico e emocional de técnicos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município. Eles também receberam um aluguel social de R$ 480 por mês da Sejuf para garantir um lar temporário durante todo o período da obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário