sexta-feira, maio 21, 2021

MP-PR ajuíza ações contra deputado Boca Aberta Júnior por suspeita de 'rachadinha' e desvio

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) ajuizou duas ações civis públicas contra o deputado estadual Matheus Viniccius Ribeiro Petriv, mais conhecido como Boca Aberta Júnior (Pros), por suspeita de improbidade administrativa. Segundo o órgão, o parlamentar está envolvido em um esquema de "rachadinha".

De acordo com as investigações, o deputado é suspeito de exigir pagamentos indevidos para o pagamento de despesas pessoais e de familiares, como o deputado federal Boca Aberta (Pros), que é pai dele.

Os pais do parlamentar - o deputado federal Boca Aberta e a vereadora de Londrina Mara Boca Aberta - também foram requeridos nas ações. Além disso, uma assessora foi citada em um dos processos.

O MP-PR afirmou que os pagamentos das vantagens indevidas eram feitos por meio da arrecadação de parte dos salários de assessores comissionados. Os valores chegam a R$ 87 mil.

Além disso, o MP-PR investiga se o deputado estadual desviou materiais que seriam entregues para colégios estaduais de Londrina, na região norte do estado.

O órgão informou que há a suspeita de Boca Aberta Júnior ter se apropriado indevidamente de kits esportivos e desviado os materiais para instituições privadas. Segundo as investigações, o deputado contou o auxílio de uma assessora.

O Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) de Londrina apurou que cerca de R$ 204 mil em materiais esportivos foram desviados de instituições públicas.

Os processos tramitam na 2ª Vara da Fazenda Pública de Londrina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário