quinta-feira, maio 20, 2021

Laranjeiras do Sul - Conselho de Alimentação Escolar aprova execução do PNAE/2020

A Secretaria Municipal de Educação realizou na quarta-feira, 19, reunião para prestação de contas do valor utilizado pela prefeitura e governo federal na compra da merenda escolar no ano de 2020. A apresentação foi feita aos membros do CAE (Conselho de Alimentação Escolar). A prestação de contas ocorre sempre no ano subsequente ao da execução do Programa e visa a comprovação dos gastos do Programa (aquisição de gêneros alimentícios) e da correta aplicação dos recursos financeiros repassados em cada exercício e do cumprimento das regras atinentes aos aspectos técnicos e financeiros da execução do Programa.

A reunião que obedeceu aos protocolos de combate ao Coronavirus, como distanciamento, uso de máscara e higienização com álcool em Gel, contou com a presença da presidente do CAE, Juliana Pavlak e demais membros do conselho, da Secretária de Educação Maria Luiza Simões dos Santos, além do corpo técnico do Departamento de Alimentação Escolar do Município, sendo o Diretor do Departamento de Merenda Escolar, Israel de Ramos e as nutricionistas, Joselaine de Miranda Almeida, Naiara Suthier e Jamile Kailer.

A prestação de Contas foi apresentada aos presentes, pela funcionária pública do Departamento de Contabilidade, Ivonete Beatriz Weber. Após analise e explicação da profissional, ocorreu a apreciação e aprovação da prestação pelo conselho. Em seguida ocorreu o encaminhamento da prestação de contas por meio do Sistema SIGPC, além do Parecer Conclusivo emitido pelo CAE, sobre a prestação de contas apresentada pela Entidade Executora, no Sistema SIGECON. “Estas reuniões são uma forma do conselho e da secretaria mostrarem à comunidade, de forma transparente, como e onde está sendo aplicada a verba destinada à aquisição de merenda escolar”, explicou o Diretor do Departamento de Merenda escolar, Israel de Ramos. 

O Conselho de Alimentação Escolar é formado por representantes do Poder Executivo, docentes, pais de alunos e sociedade civil organizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário