terça-feira, abril 13, 2021

Polícia captura chefe do PCC foragido em restaurante luxuoso no Paraná

As polícias Civil e Militar Paraná capturaram nesta segunda (12) em um restaurante luxuoso de Curitiba , Valacir de Alencar, de 39 anos, um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Paraná. Ele foi condenado a 76 anos de prisão e estava foragido desde abril do ano passado. 

Condenado por tráfico de drogas, homicídio, porte ilegal de arma, ele deixou a Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP), após o juiz substituto Diego Paolo Barausse, da 1ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, em abril do ano passado, conceder a prisão domiciliar ao condenado por entender que se tratava de um preso de grupo de risco ao novo coronavírus por ser hipertenso. 

Segundo informações do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), o líder do PCC colocou a tornozeleira eletrônica às 10h23 do dia 17 de abril e  às 15h23 do mesmo dia, o sistema de monitoração registrou que o condenado rompeu o equipamento.

Nota da PM revela que ele foi preso após um ano de buscas em um "restaurante luxuoso de Curitiba, enquanto estava desfrutando do requintado ambiente, com uma mulher". De acordo com a polícia, o chefe do PCC vinha agindo na região de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, durante o ano que ficou foragido. Há suspeita de que ele seja o responsável por diversos homicídios no município.  Com Alencar, a polícia encontrou  uma pistola Glock (9 mm), 37 munições, um carregador de 30 munições, um colete balístico, um documento falso e uma peruca para disfarce.

Nenhum comentário:

Postar um comentário