quinta-feira, abril 08, 2021

Governo e municípios ajustam estratégia para acelerar vacinação

O Governo do Paraná reuniu nesta quarta-feira (7), por videoconferência, prefeitos, secretários municipais de saúde, diretores de Regionais de Saúde e da Casa Civil para intensificar a vacinação contra a Covid-19. O Estado aguarda para os próximos dias uma nova remessa de vacinas do Ministério da Saúde.

Na semana passada, o Paraná recebeu 525.457 doses de imunizante, sendo a maior parte destinada para a segunda dose, completando o esquema vacinal daqueles que já receberam a primeira, e mais um quantitativo destinado ao início da vacinação de idosos de 65 a 69 anos e trabalhadores das forças de segurança.

“Estamos confiantes que a partir da segunda quinzena de abril vamos dar um fluxo ainda maior na vacinação, com a ampliação do horário nos locais e a aplicação de vacinas de domingo a domingo”, disse o chefe da Casa Civil, Guto Silva.

Ele orientou os municípios a não guardarem doses. “Todas as vacinas de primeira dose devem ser utilizadas, conforme orientado pelo Ministério da Saúde, não há necessidade de reservar para a segunda dose porque o Governo Federal afirmou que haverá remessas exclusivas para isso”, reforçou.

 PRAZOS – As vacinas distribuídas pelo Ministério da Saúde têm prazos diferentes para a segunda dose. Para a AstraZeneca/Oxford a recomendação é de reaplicação em três meses. Já no caso da Coronavac, o prazo é de 25 dias.

Toda a cadeia de distribuição da Secretaria de Estado da Saúde foi adequada para que os municípios possam cumprir os prazos do esquema vacinal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário