sábado, abril 17, 2021

Coronavírus - Guarapuava reduz toque de recolher e libera comércio para funcionar aos domingos

A Prefeitura de Guarapuava, na região central do Paraná, publicou um novo decreto na noite de sexta-feira (16) em que flexibiliza as medidas de combate ao coronavírus na cidade. As regras passaram a valer na madrugada deste sábado (17).

Entre as mudanças, estão a diminuição do período do toque de recolher, que passou a vigorar das 23h às 5 h, uma hora a menos do que no decreto anterior, e a liberação para funcionamento aos domingos de estabelecimentos comerciais e academias.

Bares, restaurantes e lanchonetes também podem funcionar uma hora a mais por dia, até as 23h. Veja mais abaixo todas as medidas.

De acordo com o documento, as medidas valem até 30 de abril

Novas regras

  • Toque de recolher: das 23h às 5h.
  • Mercados, panificadoras, açougues e mercearias: podem funcionar das 8h até as 23h;
  • Restaurantes, lanchonetes, bares e sorveterias: podem funcionar todos os dias, das 8h às 23h.
  • Transporte coletivo: liberado para funcionar diariamente das 6h às 23h30, com 70% da capacidade dos ônibus, entre passageiros em pé e sentados;
  • Transporte individual por aplicativos: sem restrição de dias e horários;
  • Comércio em geral: pode funcionar todos os dias das 8h às 23h;
  • Hotéis, pousadas, motéis e outros serviços de hospedagem: autorizados a funcionar sem restrição de dias e horários, mas proibido para ''day-use'';
  • Academias: permitidas todos os dias, das 6h às 23h;
  • Estabelecimentos de ensino: autorizados a funcionar todos os dias das 7h às 23h, com metade da capacidade.
  • Atividades religiosas: permitidas diariamente das 6h às 23h com 50% da capacidade;
  • Estabelecimentos destinados a entretenimento, eventos culturais, casas de show, teatros, cinemas, feiras, convenções, congressos, comemorações e assembleias: proibidos até 23 de abril. Até lá, uma comissão será formada para estabelecer procedimentos para o funcionamento dos serviços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário