terça-feira, março 30, 2021

Nova Laranjeiras é o município que mais VACINOU proporcionalmente no estado do Paraná

Cento e cinquenta e oito municípios do Paraná ultrapassaram a marca de 10% da população imunizada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A quantidade representa 39,6% das 399 cidades paranaenses.

 No total, o Estado fez 933.836 aplicações iniciais (8,94%), de acordo com o ranking da vacinação, elaborado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) – o levantamento foi atualizado às 15h05 desta segunda-feira (29) e leva em consideração pessoas com mais de 18 anos.

Nova Laranjeiras, na Região Centro-Sul, é proporcionalmente o município com mais pessoas protegidas: 18,82% da população já recebeu a primeira dose do imunizante. Rio Bom, no Vale do Ivaí, com 17,67%, e Nova Olímpia, no Noroeste, com 17,41%, completam o pódio da vacinação. A média estadual é de 8,94%.

Cidade mais populosa do Paraná com quase 2 milhões de habitantes, Curitiba é a 108ª do ranking, alcançando 10,9% das pessoas. A Capital, porém, lidera em números absolutos, com 190.920 imunizados. Londrina (51.687), Maringá (44.673), Cascavel (31.725) e Ponta Grossa (27.361) aparecem na sequência.

Além da agilidade na distribuição das doses por parte do Estado, o governador Carlos Massa Ratinho Junior relaciona o bom desempenho do Paraná à campanha Vacina Paraná de Domingo a Domingo, iniciada no fim de semana passado.

“Somos o primeiro Estado a lançar uma campanha desse porte porque queremos atingir rapidamente o maior número possível de paranaenses imunizados. A vacinação é a única alternativa que temos para vencer essa pandemia, por isso é importante a adesão em massa dos municípios para acelerar esse processo”, afirmou Ratinho Junior. “Nossa meta é imunizar, ainda no mês de abril, todas as pessoas com 60 anos ou mais, que é o grupo mais atingido pela Covid-19. A maioria dos óbitos pela doença é dessa faixa etária”.

SEGUNDA DOSE – Em relação à segunda dose, que garante a imunização por completo, o Paraná realizou até as 15h05 desta segunda-feira (29) 213.614 aplicações, com média de 2,05%. Tamarana, na Região Norte, com 10,8%, e Nova Laranjeiras, com 10,65%, foram as únicas cidades a romper a barreira dos 10% da população protegida.

Entre os munícipios mais populosos do Estado, destaque para Pato Branco (3,16%), Cascavel (3,09%), Londrina (3%) e Curitiba (2,75%).

Quando analisados os números absolutos, a Capital assume a liderança com 48.146 vacinações completas, seguida por Londrina (15.217), Maringá (9.578), Cascavel (8.831) e Ponta Grossa (6.271).

“Colocar as equipes para vacinarem de domingo a domingo é fazer com que a vacina chegue mais rápido nos braços dos paranaenses. A orientação é vacinar, vacinar e vacinar”, ressaltou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

GRUPOS PRIORITÁRIOS – A primeira etapa de imunização no Paraná deve chegar a 4.635.123 pessoas até maio, parte da população que integra os grupos prioritários previstos no Plano Estadual de Imunização. Segundo o secretário Beto Preto, o Estado tem capacidade para vacinar até 200 mil pessoas por dia na rede pública de saúde.

Já receberam, ou estão recebendo a vacina, profissionais da saúde, quilombolas e população indígena, idosos institucionalizados, pessoas de 65 a 69 anos, de 70 a 74 anos, de 75 a 79, de 80 a 89 anos e pessoas acima dos 90 anos. Depois dos idosos, o objetivo é avançar para os grupos de trabalhadores da educação e da segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário