quinta-feira, março 25, 2021

Em Pitanga lixo eletrônico pode ser trocado por mudas nativas

 Ao levarem equipamentos eletrônicos que não utilizam mais para o descarte correto, os moradores do município de Pitanga, na Região Central do Estado, ganham uma muda de pitanga ou jabuticaba para plantar no local que preferirem. A ação acontece até esta sexta feira (26 de março). Uma tenda foi montada na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Pitanga, respeitando todos os protocolos para evitar a contaminação pelo coronavírus.

O Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à secretaria estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, apoia a ação da Prefeitura de Pitanga.

IAT emite novo regulamento para uso de imagens de Unidades de Conservação
Programa de gestão ambiental do IAT é apresentado ao Banco Mundial

A expectativa é destinar 200 mudas de pitanga e jaboticaba à população, até o final desta semana. O gerente de Restauração Ambiental do IAT, Mauro Sharnick, destaca a produção de mudas de espécies frutíferas no Estado.

“O IAT, através dos seus 19 viveiros, produzem mais de 80 espécies nativas, entre elas as frutíferas, como pitanga, araçá e jaboticaba. Elas são muito importantes para a alimentação humana, mas mais ainda para a fauna local”, disse.

LIXO ELETRÔNICO 

O posto de coleta de lixo eletrônico de Pitanga tem o objetivo de não devolver à natureza o que ela não produziu. O descarte irregular desses equipamentos pode ocasionar danos ao meio ambiente, impactando a fauna, a flora e a população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário