sexta-feira, março 12, 2021

Defesa de Radialista acusado no assalto a prefeito de Foz do Jordão , diz que ele estava em casa dormindo na hora do assalto

 O advogado Ronny Oliveira Walter Lima, que está atuando na defesa do radialista José Valdinei Ferras, acusado de ter participado do assalto junto com o seu cunhado Huguivaldo do Bonfim, que tem a advogada Claúdia Tomacheski atuando na sua defesa.

Os fatos até o momento

No assalto na residência do prefeito Clei, em que as quatro vítimas, ele sua esposa e os filhos de 15 e 20 foram amarradas e amordaçadas, participaram três assaltantes.

No momento, segundo o delegado Alysson, foram presos dois, sendo que o terceiro foi identificado, está com mandado de prisão, no entanto encontra-se foragido.

Reconhecimento

Num primeiro momento, os três suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas por fotografia. Logo após a prisão de Valdinei e Hugo, estes passaram pelo reconhecimento pessoal e as vítimas confirmaram ser eles os assaltantes.

Reconhecimento de objetos

Também foram reconhecidas roupas, uma arma de fogo e outros objetos usados no assalto pelos ladrões.

No momento da prisão de Valdinei foi encontrado com ele R$ 3.400,00 em dinheiro, mas o roubo foi de R$ 60.000,00 e mais um aparelho DVR.

Prisões

O delegado Alysson informou que as prisões temporárias já foram decretadas, o próximo passo é o pedido de prisão preventiva.
Defesa de Valdinei Ferras

O advogado Ronny informou ao Fatos do Iguaçu que realmente no dia 10 de março, as vítimas realizaram o ato de reconhecimento dos investigados, “A mídia apontou que os investigados foram reconhecidos pelas vítimas, entre eles o José Valdinei. Entretanto, a defesa ainda não teve acesso aos documentos da diligência, visto que que não foram juntados ao sistema”.
Defesa afirma inocência de Valdinei

Segundo a defesa, Valdinei é inocente e existem imagens de câmeras de segurança que provam que ele estava em casa dormindo no horário do roubo, “Afirmamos que o senhor Valdinei ( foto) não participou do assalto, uma vez que no momento do assalto se encontrava em sua residência no município de Pinhão/PR”.

Ele complementa dizendo ser possível provar, “Podendo ser comprovado o fato por meio de câmeras de segurança instaladas na residência do investigado”.

A defesa já protocolou na terça-feira, 9 de março o pedido de revogação de prisão temporária e aguarda parecer do Ministério Público.
Hugo afirma que estava em Pinhão

A advogada Cláudia, que está atuando na defesa de Hugo, informou através de nota em que afirma ser Hugo inocente, “A defesa de Huguivaldo do Bonfim vem a público esclarecer que o mesmo nega participação nos fatos pelos quais está sendo investigado, bem como que todas as providências estão sendo tomadas no sentido de esclarecer os fatos e provar sua inocência”.

Huguivaldo afirma que na manhã de quarta-feira, 3 de março, dia do assalto, passou a manhã no município de Pinhão, indo a vários comércios para resolver negócios, também esteve em seu lavacar.

No período da tarde foi a Guarapuava para finalizar a compra de um ônibus para transporte de trabalhadores rurais.

Confira a foto da câmera de segurança da residência de Valdinei Ferras que, segundo a defesa, mostra que na hora do assalto, ele dormia em sua casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário