sexta-feira, fevereiro 26, 2021

VEREADOR de Prudentopolis é condenado a 17 anos de prisão e PREFEITO DA CANTU VAI a JURI POPULAR no mês de ABRIL

O vereador Adão Kostecki Primo (PSDB) de Prudentópolis, na região central do Paraná, foi condenado a 17 anos e 23 dias de prisão em regime fechado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio. A decisão foi anunciada após a realização de júri popular, na quarta-feira (24).

Os crimes aconteceram em novembro de 2009. Conforme a polícia, o atual vereador atirou em dois homens em uma área rural do município, sendo que um não resistiu aos ferimentos e morreu.

Conforme o Ministério Público do Paraná (MP-PR), ele foi condenado com as qualificadoras de motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima.

Procurada, a defesa de Adão Primo afirmou que o parlamentar agiu em legítima defesa e que recorrerá da sentença.

Após o fim do julgamento, o vereador foi preso e encaminhado à cadeia pública da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário