domingo, janeiro 31, 2021

Homem é baleado ao tentar atingir policial com um facão, em Guarapuava

Um homem foi baleado ao golpear um policial militar com um facão, porém o golpe atingiu o escudo balístico do PM. O caso aconteceu na noite desse sábado (30 de janeiro), na Vila Carli, em Guarapuava, enquanto a equipe policial tentava abordar o homem, que estava ameaçando e agredindo sua esposa.

De acordo com a polícia, por volta das 20h15, as equipes da PM receberam informações via Copom 16º BPM sobre uma situação em andamento de violência doméstica, onde o autor dos fatos estaria alterado e que, de posse de uma faca, realizava ameaças e agredia sua esposa no local. A situação teria sido repassada via 190 por uma vizinha do casal.

As equipes CPU e uma viatura RPA deslocaram até o local dos fatos. De acordo com o boletim de ocorrências, foi realizado contato com a vítima da situação, de 34 anos, a qual apareceu na janela da casa e fez contato com as equipes, sendo solicitado que ela e as crianças saíssem da casa, no momento em que a vítima saía da residência com as crianças, surgiu na janela o autor, de 53 anos, o qual estava extremamente agressivo e agitado, sendo dada voz de abordagem e solicitado que ele colocasse as mãos na cabeça, porém as ordens não foram acatadas, ele correu, pegou algum objeto no chão e se trancou dentro de um quarto, ao mesmo tempo em que gritava "eu não vou sair vocês não podem entrar aqui". Segundo a PM, nesse momento foi realizado adentramento tático na residência com técnicas e foram iniciados os procedimentos de primeira intervenção em crise. O primeiro interventor, CPU, iniciou diálogo com o agressor, falando "Senhor, sou policial, estou aqui para te ajudar", porém nesse momento o autor respondeu gritando "vocês não vão fazer nada, eu só saio daqui morto, não entrem que estou com um facão na mão", dando um golpe com o facão na porta, pelo lado de dentro.

Uma equipe do Choque do 16º BPM chegou em apoio no local e dois policiais aproximaram-se do quarto utilizando um escudo balístico, porém nesse momento, enquanto a os policiais ainda se posicionavam, o autor destrancou e abriu a porta repentinamente, vindo a avançar contra os policiais com o facão na mão, inclusive desferindo e acertando um golpe de facão no escudo balístico. Após o primeiro golpe, o autor se virou contra os policiais que não estavam abrigados pelo escudo balístico e em legítima defesa e visando resguardar a integridade física de todos os policiais ali envolvidos, foram realizados dois disparos de arma de fogo, os disparos atingiram o tórax e o antebraço direito do homem, vindo ele a cair.

Segundo a polícia, foi retirado o facão de perto do autor e conferido se no quarto não haviam mais ameaças iminentes, estabelecida a segurança no local, foram imediatamente iniciados os procedimentos de atendimento pré-hospitalar, sendo utilizado o kit de APH pertencente ao CPU. Foi realizada também exposição dos ferimentos com utilização de tesoura "ponta romba", colocado um selo de tórax na perfuração em seu tórax, e um torniquete em seu braço direito, ambos os sangramentos cessaram com a aplicação dos equipamentos. Além disso, ainda foram utilizados cobertores na tentativa de manter a temperatura corporal do indivíduo. Ao mesmo tempo foi acionado atendimento médico e compareceu no local a equipe do Samu, os quais realizaram o atendimento e o encaminharam ao hospital.

Foi apreendido o facão utilizado na situação e deslocado até a Delegacia, juntamente com a vítima para os procedimentos cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário