sábado, janeiro 30, 2021

Ex-prefeito de São Miguel do Iguaçu volta para prisão após Justiça corrigir valor da fiança

O ex-prefeito de São Miguel do Iguaçu, no oeste do Paraná, Cláudio Dutra, voltou para a prisão na sexta-feira (29) após a Justiça determinar uma correção no valor da fiança do habeas corpus que o colocou em liberdade, em dezembro. A prisão foi feita por agentes da Polícia Federal.

Dutra foi solto no dia 24 do mês passado, após quase três meses na Penitenciária Estadual de Foz (PEF). Na época, o ex-prefeito pagou R$104.500 de fiança, valor determinado pelo Tribunal Regional Federal 4, e foi liberado para responder em liberdade após autorização da juíza de plantão.

Contudo, o desembargador Gebran Neto, titular da 9ª Vara Federal de Curitiba, entendeu que o valor era baixo diante da posição de Cláudio Dutra e reviu a decisão ao retornar de recesso. Com isso, ele subiu o valor da fiança para R$ 1 milhão, com prazo até quinta-feira (28).

De acordo com a defesa do ex-prefeito, não foi possível realizar o pagamento da diferença dos valores e, por isso, ele retornou à prisão. Ainda segundo a defesa, um novo pedido de habeas corpus será impetrado na Justiça.

Desvio de verbas e fraude em licitações

Dutra foi apontado com um dos chefes de uma organização criminosa que desviava verbas e fraudava licitações no município, segundo o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco).

As investigações descobriram que o esquema gerou prejuízo de mais de R$ 8 milhões aos cofres públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário