domingo, dezembro 13, 2020

Dois policiais militares e um empresário foram presos pelo Gaeco no Paraná

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná cumpriu com apoio da Corregedoria da Polícia Militar, três mandados de prisão temporária contra dois policiais militares e um empresário investigados por crime de homicídio ocorrido em 2019 em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Também foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão em Pinhais e Campina Grande do Sul (cinco em residências e um em empresa relacionada a um dos investigados).

O crime ocorreu em 24 de junho de 2019, quando três pessoas renderam um vigia, levado para os fundos do terreno da empresa em que trabalhava. Enquanto era feito refém, o vigia ouviu disparos que vitimaram um guarda municipal de Curitiba. O crime teria sido praticado por motivo passional. As investigações são conduzidas pela Promotoria de Justiça de Pinhais. Os mandados foram expedidos pela Vara Criminal de Pinhais

Nenhum comentário:

Postar um comentário