sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Paraná deve submeter para avaliação da Anvisa o protocolo de validação para a fase 3 de estudos clínicos da vacina russa

Segundo Jorge Callado, presidente do Tecpar, que deve produzir as vacinas no Estado, caso todo o processo seja aprovado, o laboratório russo já enviou informações sobre a vacina, que estão protegidas pelo termo de confidencialidade já assinado entre as partes.

Deverão ser testadas no mínimo 10 mil pessoas no Brasil, com prioridade para profissionais de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário