sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Professor acusado de pedofilia é exonerado em Maringá

Um professor da rede estadual de educação, acusado de assédio sexual, teve contrato de trabalho rescindido. Ele dava aulas em um colégio de Maringá e tinha sido contratado pelo Processo Seletivo Simplicado (PSS). Após a acusação, foi aberta uma sindicância e ele teve o contrato encerrado. A informação foi confirmada em publicada do Diário Oficial do Estado.

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte acatou o relatório de sindicância que apontou assédio via redes sociais. O professor também é investigado pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria).

Nenhum comentário:

Postar um comentário