quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Mulher é presa por falsa comunicação de crime de estupro em Pato Branco

A Polícia Civil através da Delegacia da Mulher de Pato Branco, indiciou uma mulher de 45 anos pela prática do crime de denúncia caluniosa, após ela falsamente ter acusado o seu empregador do crime de estupro, dando causa a instauração de inquérito policial.

A mulher registrou boletim de ocorrência no dia 30/11/2020, relatando que três dias antes havia sido abusada sexualmente pelo empregador, fato que teria ocorrido na residência deste, mediante emprego de violência física, enquanto ela trabalhava.

Após diligências investigativas, a Polícia Civil apurou a falsidade da acusação, feita como forma de vingança, pois o empregador, após praticar conjunção carnal com a funcionária, ocorrida com o consentimento dela, teria dispensado seus serviços.

A Polícia Civil ressalta que a Delegacia da Mulher é uma unidade especializada no atendimento de mulheres vítimas de crimes e todos os fatos noticiados são rigorosamente apurados, afim de comprovar a materialidade (ou seja, que o crime de fato ocorreu) e sua autoria, não servindo como forma de vingança ou instrumento de ameaça, de coação, em razão da proteção especial que a lei concede.

Ao crime de denúncia caluniosa é prevista pena de reclusão, de dois a oito anos, além multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário