segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Justiça federal condena dez por corrupção no pedágio do Paraná

O juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba, condenou 10 acusados da Operação Integração, do Ministério Público Federal que investiga esquema de corrupção que envolve políticos, agentes públicos e concessionárias de pedágio do Paraná. A denúncia do MPF aponta organização criminosa, estelionato, peculato e lavagem de dinheiro, envolvendo a concessionária Econorte, integrante do grupo Triunfo.

Segundo o MPF, a lavagem de dinheiro foi praticada de diversas formas, por meio de empresas “noteiras”, aquisição de imóveis, movimentação de dinheiro em espécie, utilização de operadores financeiros, além de contratação de empresas com contratos superfaturados. 

De acordo com a denúncia, o esquema envolvia desvio de recursos arrecadados pela concessionária Econorte e que, em última análise, seriam destinados ao investimento em melhorias e manutenções de rodovias federais. Assim, os réus agiam em prejuízo do interesse público e do patrimônio da União, gerando benefícios indevidos ao grupo Triunfo e aos membros da organização criminosa, incluindo os agentes públicos destinatários da propina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário