sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Governo adia para 10 de JANEIRO prova PSS da educação no Paraná

A prova do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de professores temporários para a rede estadual de educação do Paraná foi novamente adiada pelo Governo do Paraná. Na quinta-feira (10), foi publicado um edital que remarca a prova para o dia 10 de janeiro.

Este é o segundo adiamento da data de realização da prova. Inicialmente ela seria realizada no dia 13 de dezembro, mas tinha sido adiada para 20 de dezembro.
Segundo a Secretaria Estadual da Educação (Seed), o adiamento se deve ao momento da pandemia do novo coronavírus no estado.

Na quinta-feira (10), segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), o Paraná chegou 315.047 casos confirmados do novo coronavírus e 6.595 mortes registradas pela doença.

Segundo o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, o início de dezembro é o pior momento da pandemia no estado.

De acordo com a Seed, cerca de 40 mil candidatos devem realizar a avaliação em um dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs).

O governo prevê que serão contratados 4 mil professores para o ano letivo de 2021 pelo processo seletivo. 

Pedidos de adiamento

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) pedia o adiamento da aplicação da prova na Justiça.

No mesmo pedido, o MP-PR fez a requisição para que também fossem adiadas as eleições para diretores de colégios estaduais do Paraná, que foi acatada pela 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba. 

Protestos

O edital para contratação temporária tem sido questionado por professores e a APP Sindicato, que representa a categoria.
Eles pedem a suspensão do edital por causa do formato de seleção do processo com prova escrita como critério de seleção e a cobrança de inscrição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário