quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Pinhão - José Vitorino vence em Pinhão, mas votos estão ‘sob judice'

Embora José Vitorino Prestes (PSB) tenha conquistado a maioria dos votos em Pinhão, o município ainda está sem prefeito eleito. Ocorre que os votos do ex-prefeito estão ‘sob judice’. Isso porque José Vitorino Prestes, segundo a Justiça Eleitoral, está inelegível. Entretanto, apesar das decisões em primeira e segunda instâncias, ele recorreu junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com a sentença em primeira instância, confirmada pelo TRE, José Vitorino encontra-se condenado por decisão transitada em julgado pela desaprovação de contas de gestão anterior.

Assim, o resultado da eleição em Pinhão ainda depende de decisão judicial. Outra situação é que a contas de Vitorino referentes a 2006 ainda depende da aprovação ou não da Câmara de Vereadores.

Caso, seja rejeitada, a situação pode se complicar ainda mais.

Entretanto, José Vitorino conseguiu 6.248 votos, o equivalente a 36,36%. Já o atual prefeito Odir Gotardo (PT) obteve 4.787 (27,66%). Todavia, o ex-prefeito Dirceu de Oliveira (PSD) ficou em terceiro lugar, com 3.59 votos (20,65%), enquanto Letícia Martins conquistou 2.190 votos (12,74%). Já o Dr. Edson Crema (Patriota), teve 280 votos (1,63%) e o Professor Chiquinho (PTC) teve 130 votos (0,76%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário