terça-feira, 17 de novembro de 2020

Paraná registra 10 novos casos e três mortes por câncer de próstata a cada dia

Segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele, as neoplasias de próstata devem acometer mais 3.560 paranaenses neste ano. É o que aponta a estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o que aponta ainda para uma média de 47 novos diagnósticos para cada 100 mil habitantes.

O movimento “Novembro Azul” é um alerta à população para a conscientização sobre os riscos da doença e a importância do diagnóstico precoce para o tratamento e a cura. No Brasil, um em cada quatro homens não faz o exame médico necessário para detectar o câncer de próstata. Com o diagnóstico precoce, o paciente aumenta em 80 a 90% a chance de cura. Em casos avançados, esse índice cai para 30%.

Dados do Erasto Gaertner, inclusive, ajudam a reforçar a importância da prevenção. No hospital, para cada 100 mulheres que são diagnosticadas com câncer de mama, 65 a 70 são curadas. Por outro lado, para cada 100 homens com câncer de próstata, apenas 45 a 50 são curados. Isso significa que os homens têm hoje praticamente a mesma quantidade de câncer que as mulheres (estimativa de 3.560 casos de câncer de próstata contra 3.470 de mama em 2020), mas curam 20% menos. E isso acontece não porque os tumores são mais agressivos, e sim porque eles detectam o câncer num estágio já mais avançado, quando a chance de cura é menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário