domingo, 1 de novembro de 2020

PAI DEGOLA FILHO DE 3 ANOS E COMETE SUICÍDIO EM JOINVILLE

Um homem de 30 anos é suspeito de matar o filho de 3 anos e depois cometer suicídio em Joinville, no norte de Santa Catarina, na tarde de sexta-feira (30). Segundo a Polícia Civil, o autor do homicídio teria pendurado um bilhete na porta de casa justificando o crime.

“A mãe da criança tentou entrar na casa e a porta estava trancada. Ela pediu ajuda de uma vizinha e ao adentrar viu o bilhete que dizia: o que eu fiz com a minha vida e a do nosso filho é culpa sua, agora você pode ser feliz com quem quiser ou se juntar a nós”, contou o delegado Rafaello Ross.

De acordo com o delegado, o corpo da criança estava em um quarto com o ferimento no pescoço. A arma utilizada foi uma faca de cozinha, localizada ao lado do corpo. O pai da criança foi encontrado na lavanderia.

O delegado apurou a informação de que o casal, que tinha uma união estável, estava em crise. A mãe da criança, de 22 anos, trabalhava e o homem estava desempregado.

“Eles estavam juntos há cerca de cinco anos e o que nos foi repassado é que a união estava em crise por conta de que ele não estava trabalhando. Ela já tinha pedido para ele sair de casa, o que não ocorreu, vindo a cometer o crime”, acrescenta Ross.

Ainda segundo o delegado, a polícia achou um vídeo em um celular. Neste vídeo, o homem se despedia da mulher e havia imagens da criança brincando. O aparelho será periciado.

O Instituto Geral de Perícias esteve no local do crime. Os corpos da criança e do homem foram encaminhados ao Instituto Médico Legal. A Polícia Civil vai continuar investigando o caso. Inicialmente, o caso está sendo tratado como homicídio seguido de suicídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário