quinta-feira, 15 de outubro de 2020

MP faz buscas em 11 cidades do Paraná em operação contra fraude a licitações de prefeituras

Uma operação que investiga uma suposta organização criminosa responsável por fraudes a licitações de prefeituras do Paraná fez buscas em empresas, residências e gabinetes de órgãos públicos de 11 cidades do estado, nesta quarta-feira (14).

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão em municípios das regiões noroeste, Norte Pioneiro, central e sudoeste.

O MP-PR não detalhou em quais cidades os mandados foram em órgãos públicos. 

Veja abaixo os municípios:

Barracão
Cruzeiro do Oeste
Loanda
Nova Aliança do Ivaí
Perobal
Pérola
Pitanga
Porto Rico
Santa Cecília do Pavão
Tuneiras do Oeste
Umuarama

A investigação é comandada pelo núcleo de Cascavel do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e pelo núcleo de Umuarama do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria).

Conforme o MP-PR, as fraudes ocorriam a partir da falsificação de documentos em licitações para a contratação de empresas para prestação de serviços de apoio técnico, fornecimento de softwares de gestão, portais da transparência e soluções tecnológicas de segurança de rede.

Os contratos investigados somam mais de R$ 4 milhões, informou o Ministério Público. A operação foi batizada de Networking.

Foram apreendidos documentos, computadores e aparelhos celulares que serão analisados para possível comprovação dos fatos criminosos já identificados em interceptações telefônicas e quebras de sigilos bancário, fiscal e telemático.

Ainda de acordo com o MP-PR, a Justiça determinou outras medidas como a proibição de as empresas investigadas contratarem com o poder público e a suspensão de contratos administrativos vigentes, visando à interrupção das práticas ilegais. Os nomes não foram divulgados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário