sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Ex-atleta da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica é encontrada morta aos 31 anos no interior do Paraná

A ginasta Ana Paula Scheffer, de 31 anos, ex-atleta da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica, foi encontrada morta em casa pela mãe, nesta sexta (16), em Toledo, na região Oeste do Paraná.

De acordo com a assessoria da equipe de ginástica de Cascavel, onde ele trabalhava, Ana Paula estava deitada na cama do quarto quando foi encontrada pela mãe. A causa da morte ainda será apurada após exames no Instituto Médico Legal (IML). A suspeita é de infarto fulminante.

Além do bronze no aparelho arco no Pan do Rio, Ana Paula participou do Pan da modalidade em 2005, dos Jogos Sul-Americanos de 2006, em Buenos Aires, e de 2010, em Medellin, além do Mundial de Ginástica Rítmica de 2009, no Japão. 

Depois disso, perdeu espaço na seleção para outra atleta de Toledo, Angélica Kvieczynski. "Difícil descrever os sentimentos nesse momento. Hoje o céu ganhou uma estrela que já brilhou muito na terra. Foram tantos anos treinando juntas, tantos aprendizados. A ginástica brasileira perde mais uma de suas estrelas. Ana que Deus te receba. Que seu descanso seja tranquilo. Você estará para sempre nas minhas preces", escreveu Angélica no Instagram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário