quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Órgãos ambientais alertam sobre possível onça em Cascavel

A Secretaria de Meio Ambiente e o Instituto Água e Terra alertam a população sobre a possível presença de um felino de grande porte, possivelmente uma onça, circulando em matas próximas ao perímetro urbano de Cascavel. Na terça-feira (8), um cavalo foi encontrado morto no Bairro 14 de Novembro, com parte do corpo mutilado, o que sugere que o equino poderia ter sido atacado por um animal de grande porte.

Médicos veterinários do zoológico foram até o local e enviaram imagens para especialistas e, nesta quarta-feira (9), a Secretaria de Meio Ambiente recebeu resposta de que pode ser ataque de um felino. Também houve relatos de pessoas que avistaram uma possível onça na zona rural. "Hoje recebemos um relato de avistamento na zona rural, por isso, por precaução, o Município alerta a população que tome cuidado, principalmente na zona rural e nos arredores da cidade porque pode haver uma onça circulando no entorno de Cascavel", diz o secretário de Meio Ambiente, Wagner Yonegura. Ele ressalta que a população deve evitar passar pelas proximidades de áreas de preservação permanente.

Na região da Estrada Chaparral, fotos foram feitas de pegadas com aproximadamente 15 centímetros, o que sugere ser de um animal silvestre de grande porte. O secretário de Meio Ambiente, Wagner Yonegura, lembra que uma onça pode percorrer, em uma noite, até 25 quilômetros. "Por isso é necessário o alerta de toda a população", diz.

Os dois órgãos ambientais avaliam a possibilidade de que a presença de um felino seja real. Essa hipótese foi reforçada após pegadas, de aproximadamente 15 centímetros, terem sido encontradas em uma área rural nas proximidades da Estrada Chaparral. Técnicos da Sema e o IAT foram até o local para investigar as pisadas. Pela espessura das pisadas, suspeita-se de que seja uma onça-pintada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário