quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Brasil e Paraguai perto de acordo para reabrir a Ponte da Amizade

Os governos do Brasil e do Paraguai estão muito próximos de colocar em prática um plano de reabertura parcial da Ponte Internacional da Amizade que une os dois países na região de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. A informação é do chanceler paraguaio Antonio Rivas, após assinar um protocolo com o governo brasileiro nesta quarta-feira (16), em Assunção para a implantação do Delivery Fronteiriço. Jornal do país vizinho afirma que a ponte será aberta após o dia 26 de setembro.

O entendimento assinado ontem, informa a Agência IP, prevê a instalação de centros para retiradas de compras no lago paraguaio, que irão operar principalmente com moradores da faixa de fronteira. Serão espaços de armazenamento de compras feitas online e moradores de ambos os lados poderão cruzar o limite entre os países somente para a retirada das mercadorias, explicou Antonio Rivas.

As compras, de acordo com ele, só serão realizadas pela internet e permitirão o limite de até US$ 500, mantendo o regime tributário de compras de turismo vigente. Os centros operacionais do sistema zerão permitidos em Ciudad del Este, Salto del Guairá e Pedro Juan Caballero, que estão na fronteira de Foz do Iguaçu e Guaíra, no Paraná e Mundo Novo e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, respectivamente.

Ribas lembra que o governo paraguaio no momento estuda um protocolo para a abertura das fronteiras com limitação de horário e circulação de pessoas. No entanto, o chanceler assinalou que esta medida assinada ontem entrará primeiro em vigência e será revogada assim que começar a abertura gradual para o trânsito entre os dois países.

O acordo atual, de acordo com Antonio Rivas, é resultado de dois meses de trabalho e conversações com autoridades nacionais e dos estados que fazem fronteira entre os dois países. Já o setor informal, manifestou que era difícil se adaptar as vendas online, mas que isso será analisado pelo Ministério de Industria e Comércio, que deverá gerenciar a localização de seus produtos nos centros logísticos.
A reabertura da Ponte da Amizade, fechada devido a pandemia do novo Coronavírus em 18 de março, tem motivado manifestações, especialmente de comerciantes e trabalhadores de Ciudad del Este. Em entrevista à Rádio Nacional, o chanceler informou que uma proposta similar foi apresentada ao governo da Argentina. O Paraguai aguarda uma resposta para iniciar as conversações, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário