sábado, 26 de setembro de 2020

Agente Penitenciário e Policial Militar ( PAI e FILHO) , foram presos pelo Gaeco em Foz, na Operação Tiro Certo

Nesta sexta-feira, 25 de setembro, agentes do Núcleo de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriram dois mandados de prisão preventiva em continuidade à Operação Tiro Certo, deflagrada na semana passada pelo MPPR. 

Foram presos um agente penitenciário e um policial militar – pai e filho, respectivamente.

O Gaeco apura ilegalidades relacionadas ao funcionamento de um estande de tiro clandestino, além de crimes de comércio ilegal de munições, posse e porte ilegal de armas de fogo e munições. As ordens de prisão foram expedidas pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Foz do Iguaçu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário