domingo, 30 de agosto de 2020

Resgate de animais silvestres no norte do Paraná aumenta 62% no 1º semestre de 2020, diz polícia ambiental

O número de resgates de animais silvestres na região norte do Paraná aumentou 62,9% entre janeiro e junho de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com a Polícia Ambiental.

Dados da 2ª Companhia, que fiscaliza a região, mostram que o total de animais resgatados aumentou de 669 para 1.090, comparando os primeiros semestres dos dois anos.

A polícia informou que, nas ações são resgatados animais como macacos, raposas, cobras, aves de diversas especies, de filhotes a adultas.

Rafael Freitas da Silveira, sub-comandante da companhia destacou que os animais, na maior parte das vezes, são encontrados em situações precárias.

"Além do fato de estarem em cativeiro, esses animais não recebem alimentação adequada, ou estão em gaiolas completamente sujas", comentou.

Considerando os registros em todo o Paraná, a média de apreensões apresentou redução nos primeiros seis meses deste ano e o mesmo período em 2019. A queda foi de 2.506 animais resgatados para 2.391.

A pessoa flagrada em posse de animal silvestre deve responder por crime ambiental e pode, em caso de condenação, ter determinada de seis meses a um ano de prisão, além de pagamento de multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário