quinta-feira, 16 de julho de 2020

Policia Civil prende 5 pessoas acusados de FURTOS em Rio Bonito do Iguaçu

No dia 15/07/2020, a Polícia Civil de Laranjeiras do Sul, através do G.D.E. (Grupo de Diligências Especiais) da 2ª S.D.P., realizou ação na área do Campo do Bugre, Zona Rural de Rio Bonito do Iguaçu, com o objetivo de investigar um grupo criminoso que vinha realizando furtos transformadores e instalações clandestinas de energia elétrica na região.

Durante as diligências, a equipe conseguiu prender em flagrante dois indivíduos apontados como integrantes de tal grupo por furto qualificado, estando ambos em posse de um transformador recém subtraído.

Na sequência, a equipe se dirigiu até as residências dos demais comparsas, onde foi possível apreender diversos materiais possivelmente furtados, que eram utilizados para as instalações ilegais, além de uma espingarda e de munições. Infelizmente tais pessoas não se encontravam em tais locais, o que impediu a prisão deles em flagrante, contudo a ação serviu demonstrar a participação deles nos ilícitos mencionados, o que será importante para a continuidade das investigações. 

Em outro local, apontado como um depósito de um dos integrantes do grupo, foi possível prender um parente de uma dessas pessoas por posse irregular de arma de fogo, já que ele se encontrava em poder de duas espingardas. Neste local também foram apreendidos objetos utilizados para a instalação clandestina de energia elétrica.

Enquanto a equipe realizava diligências em um desses locais, ouviu o barulho de motosserras sendo utilizadas em uma área de preservação ambiental próxima, efetuando a prisão em flagrante de dois indivíduos por crime ambiental, furto qualificado e posse irregular de arma de fogo, indivíduos estes que, em princípio, não fazem parte do grupo criminoso acima mencionado, mas que estavam em flagrante delito.

Diante do contexto, esses cinco indivíduos e os objetos mencionados foram trazidos até a 2ª S.D.P. para a lavratura dos respectivos autos de prisão em flagrante. Para um deles foi arbitrada fiança, já recolhida, sendo tal indivíduo posto em liberdade, ao passo que para os outros quatro, os crimes por eles praticados não admitem arbitramento de fiança por parte do Delegado de Polícia, razão pela qual se encontram presos na Cadeia Pública local, á disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário