domingo, 19 de julho de 2020

Penitenciária Estadual de Piraquara tem 56 detentos com Covid-19; Sindarspen quer testagem em massa

O Departamento Penintenciário confirmou que 56 detentos da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP 1), em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, estão com Covid-19. Diante deste resultado, o Sindicato dos Policiais Penais do Paraná (Sindarspen) irá fazer o pedido à Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR) para que se faça a testagem para a Covid-19 de todos os presos do Paraná e a criação de um calendário para testagem em massa de todo o sistema penintenciário paranaense. 

A decisão é em decorrência dos resultados positivo para a doença feito em 56 detentos da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP 1), conforme dados do Departamento Penintenciário do Paraná (Depen-PR). De acordo com nota do Sindarspen, os testes devem ser feitos com urgência nos funcionários do complexo penal.

Solicitação neste sentido será feita com urgência, além de exigir a garantia de equipamentos de proteção individual (EPIs) semelhantes aos usados nos hospitais. A medida tem como meta dar segurança para os policiais penais que trabalharão durante a quarentena, além da apresentação de um plano de funcionamento da unidade nos próximos 14 dias.

O Sindarpen informou ainda que irá requerer o calendário de testagem em massa para todo o sistema penitenciário paranaense. Esta reivindicação vem sendo feita pelo sindicato há dois meses. A argumentação é de que sem os testes, os números da Covid-19 da PEP 1 devem se repetir em outras unidades penais.

Para tentar conter o avanço da doença, a unidade vai suspender as atividades e movimentações pelo período de 14 dias. Conforme a direção da PEP I, presos estão com sintomas leves ou assintomáticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário