quinta-feira, 9 de julho de 2020

Governo reabre calendário do PIS 2019/2020 para 2 milhões de trabalhadores; confira

No país, 2,09 milhões de trabalhadores não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep 2019/2020 e têm uma nova oportunidade para pegar a grana, segundo a Caixa Econômica Federal. Há R$ 1,3 bilhão em valores do benefício liberados novamente para saque.

De acordo com o banco, os trabalhadores com direito a receber o abono no calendário 2019/2020 que não realizaram o saque até o dia 29 de maio de 2020, antiga data-limite, terão a chance de sacá-lo no calendário 2020/2021, em atendimento à resolução Codefat 838, de 24 de setembro de 2019.

Para ter direito ao abono 2019/2020, o trabalhador precisa se enquadrar em todas as regras do programa, não ter sacado o benefício, e ter trabalhado pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Segundo a Caixa, banco que paga o PIS, o saque do abono referente a 2019/2020 poderá ser feito a partir do dia 16 de julho e seguirá o mesmo calendário de pagamento do abono salarial de 2020/2021. Nos dois casos, o abono poderá ser retirado até o dia 30 de junho de 2021.

QUEM TEM DIREITO 

Para ter direito a esse lote do abono, é preciso ter trabalhado pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos, além das outras exigências do programa.

Calendário da nova oportunidade de sacar o PIS 2019/2020

– Nascidos em Julho: Recebem a partir de 16/7/2020 até 30/6/2021
– Agosto: de 18/8/2020 até 30/6/2021
– Setembro: de 15/9/2020 até 30/6/2021
– Outubro: de 14/10/2020 até 30/6/2021
– Novembro: de 17/11/2020 até 30/6/2021
– Dezembro: de 15/12/2020 até 30/6/2021
– Janeiro: de 19/1/2021 até 30/6/2021
– Fevereiro: de 19/1/2021 até 30/6/2021
– Março: de 11/2/2021 até 30/6/2021
– Abril: de 11/2/2021 até 30/6/2021
– Maio: de 17/3/2021 até 30/6/2021
– Junho: de 17/3/2021 até 30/6/2021

*Esse calendário também é válido para o abono do PIS referente a 2020/2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário