segunda-feira, 6 de julho de 2020

Governo ameaça prisão de prefeitos que não seguirem decreto de quarentena

                     
O governo do Paraná ameaçou a prisão de gestores municipais que não seguirem o decreto que estabelece o fechamento do comércio em 8 regionais de saúde do Paraná. A medida afeta 199 municípios do estado – neste domingo (05) a regional de Paranaguá foi incluída na medida chamada de “mini-lockdown”.

A Secretaria Estadual de Saúde enviou um ofício a municípios que ainda não haviam aderido ao decreto uma notificação onde fala em responsabilização sanitária da prefeitura, e penal do gestor municipal.

 A notificação cita o artigo 268 do código penal que diz: Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa: Pena – detenção, de um mês a um ano, e multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário