terça-feira, 30 de junho de 2020

Padrasto é acusado de estupro de vulnerável contra enteada de 11 anos

A equipe policial de Palmas recebeu informações via copom que na Rua Luiz Lovo, Bairro Operário II em Palmas, havia a denúncia de um estupro de vulnerável entre entes de uma mesma família.

Diante da denúncia, a equipe policial foi ao local indicado, onde conversou com a mãe de uma menina de 11 anos, a qual informou a equipe que neste domingo, dia 28, por volta das 13:00 horas ao chegar em casa depois do trabalho, sua filha veio chorando ao seu encontro e relatou que seu padrasto aproveitando-se que estava sozinho com ela na casa, teria pedido para que a mesma tirasse a roupa e subisse em cima da cama.

A menina apavorada e com medo, acatou o pedido do padrasto e relatou que quando ficou nua em cima da cama, ele a teria lhe beijado no rosto, momento em que ela começou a chorar e diante disso, o homem então recuou e se retirou do local.

Ao saber do fato, a mãe da menina disse que pediu para que seu amásio deixasse a sua casa e sua família, o qual então tomou rumo ignorado e não se encontrava no local no momento da chegada da equipe policial.

A menina estava bastante abalada psicologicamente e não quis conversar sobre o fato com a equipe, sendo a mãe quem relatou o episódio. A solicitante foi orientada das providencias cabíveis bem como foi informado o CRAS do município para que acompanhe o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário