domingo, 17 de maio de 2020

Policiais Militares são AGREDIDOS em ocorrência em laranjeiras do sul

Solicitado via 190 onde na Avenida Salto Santiago e em outra localidade chamada de pedreira estaria ocorrendo perturbação de sossego com som alto e algazarra denunciado por diversas ligações que desejavam ficar no anonimato, pois conheciam os envolvidos e sabiam que os mesmos eram agressivos e tinham medo de retaliações. 

       Em patrulhamento pela avenida Salto Santiago, a equipe constatou som excessivamente alto e algazarra com aproximadamente 20 pessoas. Foi entrado em contato com os proprietários da residência sobre a situação de perturbação do sossego, porém os mesmo alegaram que não havia som alto e não iriam baixar o volume do som, pois já estaria de bom tom. Foi solicitada a identificação dos mesmos que se negaram dizendo que não havia som nenhum e que não iriam acompanhar os policiais. Solicitado apoio da equipe da Rotam que se encontrava na delegacia em outra situação. 

Dado voz de prisão ao proprietário da casa identificado posteriormente, o qual avançou contra o policial sendo necessário o uso moderado da força para garantir à integridade física da equipe, neste momento a esposa do mesmo, avançou sobre a policial feminina no intuito de agredi-la, sendo contida pelos demais policiais, porém os mesmos foram agredidos com socos por outro indivíduo que era instigado por outra senhora a qual chamava os policiais de filhos das putas e diabos. 

Dado voz de prisão aos quatro envolvidos sendo necessária a utilização das algemas para garantir a integridade física da equipe e dos envolvidos. Foram apreendidos um aparelho de som marca Philco modelo ph800 com três caixas de som, mais duas caixas amplificadoras marcas nh ca-150 e Oliver. 

       Os objetos apreendidos e os autores foram encaminhados até à 2ª SDP para procedimentos. Foram realizados laudos de lesão corporal nos policiais militares, uma soldado feminina apresentava lesão no pescoço lateral direito, lesão cortante no 5º dedo da mão esquerda, na outra soldado feminina tinha escoriações na mão esquerda, o outro soldado masculino apresentou escoriações no pescoço lado esquerdo, mento esquerdo e lado esquerdo, além de laudos dos autores os quais não apresentaram lesões aparente, com exceção de um deles que tinha escoriações em domo baixo lombar.

Durante a lavratura do boletim de ocorrência um dos envolvidos proferiu ameaças ao soldado dizendo que seus filhos vão chorar daqui uns dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário