sábado, 16 de maio de 2020

Índios salvam mulher que estava amarrada no meio de mata no interior do Paraná

Uma mulher foi salva por índios ao ser encontrada por integrantes de uma tribo amarrada em uma mata em Santa Helena, no oeste do Paraná, às margens da PR-488, entre a noite de quinta-feira (14) e a madrugada desta sexta-feira (15). 

De acordo com a Polícia Militar, os indígenas acionaram a PM após encontrar a “mulher branca” em uma região de mata próxima a um local conhecido como Curva do Ogregon. Assim que a equipe chegou na floresta se deparou com a vítima imobilizada com pedaços de tecido jeans. 

Ela foi socorrida e atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), antes de ser encaminhada para um hospital. 

Mulher salva por índios marcou encontro com ex-marido

Conforme a vítima contou à polícia, ela possui medida protetiva contra seu ex-marido. No entanto, na última quarta-feira (13), o homem foi até sua residência armado e com a intenção de matá-la. Durante a briga, ela – que também estava armada – efetuou dois disparos que acabaram atingido o suspeito nas nas costas e em uma das pernas. Mas mesmo ferido, ele conseguiu fugir. 

No dia seguinte, quinta-feira (14), o homem ligou para a ex-mulher e marcou um encontro na chamada Curva do Ogregon. Ainda conforme o testemunho da própria vítima, ela foi até o local armada e com intenção da matar o ex-marido. 

Porém, quando chegou lá, o suspeito fugiu para o meio da mata e assim que ela foi atrás dele, acabou surpreendida por três homens que a encapuzaram e amarraram. Ela iria ser assassinada, mas a presença de índios na região acabou assustando os criminosos que fugiram e abandonaram a mulher amarrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário