quinta-feira, 19 de março de 2020

Virmond tem DOIS casos suspeitos de DENGUE

O não cuidado de alguns moradores fizeram o município de Virmond entrar para a lista do SESA - Secretaria da Saúde do Paraná. Se não fosse o trabalho da Secretaria de Saúde do município por meio das Agentes de Epidemiologia o caso poderia ser ainda maior.

Diariamente a equipe vem orientando e buscando focos do mosquito para a prevenção e eliminação, e a menos de um mês, no dia 27 de fevereiro foi realizado no município um arrastão do Dia D de Combate ao Mosquito da Dengue, sendo recolhido diversos materiais em terrenos baldios e dentro de propriedades.

Segundo o secretário de Saúde, Daniel Waczak, precisamos estar conscientes. "Muitos municípios vizinhos vem sofrendo há tempos com este problema, mas Virmond infelizmente está entrando para a lista do SESA", declarou Daniel.

"Precisamos estar conscientes, cuidar do nosso quintal e olhar também para o do vizinho. Se caso o vizinho não tenha o cuidado consciente, a forma é denunciar na Secretaria de Saúde para os Agentes de Epidemiologia e se após a notificação o morador não tomar a devida providência, a equipe faz a limpeza e gera a taxa de cobrança pela prefeitura que está amparada pela Lei", afirmou o Secretário.

"Vamos cuidar do nosso município, em especial a saúde de todos, pois a dengue também é algo muito grave, não escolhe idade e leva à morte", finalizou o secretário de Saúde.

Quais são os sintomas da dengue?

Os principais sintomas da dengue são febre alta, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e prurido cutâneo, além de náuseas e vômitos.
Na fase inicial da dengue é difícil diferenciá-la de outras doenças como a gripe, por isso faz-se necessário o acompanhamento médico.

Entre o terceiro e o sétimo dia, alguns casos evoluem para a recuperação e cura da doença. Entretanto, alguns podem apresentar sinais da forma graves da doença, como dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, letargia, sonolência ou irritabilidade, hipotensão e tontura, entre outros, podendo levar o paciente à morte.

A dengue pode matar?

A morte por dengue acontece quando a pessoa sofre uma lesão muito grave no fígado, desidrata ou tem grande queda de pressão arterial ou do número de plaquetas.
Em alguns casos, a doença não chega a manifestar sintomas e a infecção acaba sendo detectada mais tarde em exames laboratoriais que o paciente venha a fazer.
Como se prevenir da dengue?

Como ainda não há um medicamento específico contra o vírus causador da dengue, o melhor jeito de se prevenir contra a doença é combatendo a proliferação de seu vetor, ou seja, do mosquito transmissor, eliminando os possíveis criadouros do Aedes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário