terça-feira, 24 de março de 2020

VERGONHA - Saudade do Iguaçu , Projeto que concedia reposição salarial à vereadores, prefeito, vice e secretários é retirado de pauta

Após intensa manifestação popular, a Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Câmara de Vereadores de Saudade do Iguaçu, no Sudoeste do Estado, pediu a retirada do projeto 03/2020, da pauta da sessão ordinária desta segunda-feira (23). O projeto que concede reposição salarial aos vereadores, prefeito, vice e secretários municipais havia sido aprovado em primeira votação durante sessão extraordinária, realizada às 7 horas da manhã desta segunda-feira.

A retirada do projeto da pauta de votação foi sugerida por meio do requerimento 05/2020, de autoria da CCJ. Na primeira votação, o projeto teve votação contrária do vereador Eguinaldo Paulo Piaia (PMN) e a vereadora Auri Bittencourt da Silva (MDB) não compareceu. Mesmo com a decisão, os vereadores mantiveram o reajuste do funcionalismo público, do executivo e legistlativo, em 4%, conforme índice da inflação.

Ao fazer uso da palavra, o vereador Neidelar Vicente Bocalon (PR) disse ser a favor da retirada do projeto, mas, ao mesmo tempo, se desculpou com diretores e secretários municipais de Saudade do Iguaçu que, segundo ele, tem o salário mais baixo do Sudoeste do Paraná. “Uma reposição de quatro por cento eles tinham todo o direito amparado pelo Tribunal de Conta, mas nós somos obrigados a retirar o projeto por controvérsia de algumas pessoas de nossa sociedade, lembrando que recentemente municípios vizinhos chegaram a quase cinco por cento de reposição e não aconteceu nada. Eu não sei por que só Saudade do Iguaçu quando se fala em algo legal, amparado, se transforma numa bola de neve, enfim, em relação ao regime de urgência às 7 horas da manhã, nuca foi escondido, nós sempre tivemos sessão as 7 horas da manhã e o regime de urgência foi aprovado por todos, ninguém aqui de nós, não quer o mal, pelo contrário, todos nós temos o objetivo de trabalhar pelo nosso município e transforma-lo num município próspero e unido, porém, vereadores, prefeito, secretário, diretores, não terão mais o aumento digo, amparado e legalizado pela lei, então eu peço perdão por ser contra e pedir a retirada do projeto pra dar um basta, pois as mesmas pessoas que postam orações e novena no grupo, postam também palavras de baixo calão atingindo a nós que temos aqui a melhor e a mais bela das intensões”, declarou.

Irineu Peruzzo (PP) afirmou que se está diante de uma situação muito triste, abrindo sua fala dando destaque para a proliferação do Covid-19 (coronavírus). “Nós estamos diante de uma guerra mundial que o nosso inimigo ninguém sabe quem é ele é invisível, e hoje nosso município também tá passando por essa dificuldade enorme onde que nossas empresas estão fechadas, nossas lojas estão fechadas, nós se recolhemos dentro de casa, por que não tem remédio pra esse inimigo, o remédio é ficar isolado e eu sei da dificuldade de cada um, e esse projeto que nós íamos votar fazem vinte anos que venho votando, essa reposição não é um aumento de salário, mas é uma reposição e esse ano deu quase quatro por cento. Para os funcionários públicos a gente vai dar quatro por cento que é de direito, outros municípios já fizeram essa votação e só nos que estamos votando agora, mas conscientemente nessa casa se reunimos, de manhã votamos, mas de tarde se reunimos e tomamos essa decisão, não por que os outros decidiram por nós, mas nós aqui sentamos e definimos então que agora não é hora desse aumento, então juntos nós decidimos, respeitando quem nos cobra já que somos funcionários do povo, nós ouvimos no face, nós acompanhamos as reclamações. Eu acho que não era necessário tantas palavras de baixo calão, nós tamo aqui e somos sérios, trabalhamos dentro da lei, respeitamos o nosso município e queremos entrar junto com nossa população nesse momento difícil, então vamos retirar esse projeto”, comentou.

Contrário ao projeto, Eguinaldo Piaia (PMN) parabenizou a mesa diretora da Câmara de Vereadores pela iniciativa de retirar o projeto antes da segunda votação. “Eu gostaria de parabenizar a mesa por ter revisto esse projeto, que votei contra de manhã, e ter retirado. Esse dinheiro pra nós vereadores podia ajudar também, mas não é hora agora e esse dinheiro pode ser melhor investido em outra coisa”, frisou.

Com RBJ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário